Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Amar Portugal

Porque amo este país que não me viu nascer e me senti inspirada pelas "Paisagens de Portugal" do Sapo Blogs.

Amar Portugal

Porque amo este país que não me viu nascer e me senti inspirada pelas "Paisagens de Portugal" do Sapo Blogs.

Direitos de autor

Todas as imagens deste blogue são da autoria de Isa Nascimento, estando protegidas por Direitos de Autor. Se as partilhar, deverá identificar a sua origem.

Lisboa | Arte Urbana | Reminiscência de Almada Negreiros

24
Mar21

É na Ribeira das Naus, bem pertinho da estação de Cais do Sodré em Lisboa, que se pode contemplar este monumento dedicado a José de Almada Negreiros.

Da responsabilidade da Câmara Municipal de Lisboa, a obra Reminiscência de Almada Negreiros representa os famosos "olhos de Almada a olhar para nós" e é da autoria de Catarina Almada Negreiros e Rita Almada Negreiros.

Foi inaugurada em julho de 2013 no âmbito das comemorações dos 120 anos do nascimento do artista, mas eu só reparei nela no verão passado... 

20201017_105833.jpg

 

Lisboa | Arte Urbana | Bordalo II 5

05
Mar21

Guaxinão, Centro Cultural Belém, Lisboa

Foi em abril de 2015 que Bordalo II criou o “Big Racoon”, a primeira peça que vi deste jovem artista e que me fez admirá-lo de imediato.

O Guaxinão foi construído no âmbito da exposição "Panico , Drama, Terror ", uma intervenção de Arte Urbana com o apoio da galeria Arte Periférica , numa parede pertencente ao Centro Cultural de Belém, em Lisboa. Volvidos quase 6 anos, continua admirável.

20180901_112155.jpg

 

Lisboa | "O mar começa na sarjeta" | Avenidas Novas

18
Fev21

Nem de propósito, ao abrir a publicação bimestral da Junta de Freguesia das Avenidas Novas, deparo-me com uma campanha de sensibilização para o problema do lixo na freguesia.

Além do lema habitual do "Lixo no chão não", criaram a campanha "O mar começa aqui" para recordar à população (porque são sempre muitos os esquecidos ) que o sistema de esgotos desemboca no mar.

Não podia deixar de partilhar. 

20210218_085631.jpg

20210218_085714.jpg

 

 

Lisboa | Expo | Arte Urbana 5

12
Nov20

São 6 os famosos vulcões da Expo.

Em 1998 eram bem visíveis, pois toda a vegetação frondosa que agora dá sombra aos transeuntes na Alameda dos Oceanos, no Parque das Nações, tinha acabado de ser plantada.

Sempre tive uma predileção por eles, com as suas erupções repentinas de água e cores que vão do vermelho vivo ao verde. Revestidos a azulejos policromáticos, foram elaborados pela casa de cerâmica “Viúva Lamego”.

20200823_140338.jpg

20200823_140427.jpg