Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Amar Portugal

Porque amo este país que não me viu nascer e me senti inspirada pelas "Paisagens de Portugal" do Sapo Blogs.

Amar Portugal

Porque amo este país que não me viu nascer e me senti inspirada pelas "Paisagens de Portugal" do Sapo Blogs.

Direitos de autor

Todas as imagens deste blogue são da autoria de Isa Nascimento, estando protegidas por Direitos de Autor. Se as partilhar, deverá identificar a sua origem.

Ericeira | A Capela de Nossa Senhora da Boa Viagem

14
Jun22

A Capela de Nossa Senhora da Boa Viagem encontra-se no centro da Ericeira e tem uma vista lindíssima sobre o Atlântico e a praia dos Pescadores.

A história da fundação da capela não é clara, mas sabe-se que sofreu ao longo do tempo diversas ampliações e obras antes de se tornar no edifício que podemos ver hoje e que remonta ao século XVII.

Em 1609 era a sede onde decorriam as reuniões da Confraria de Nossa Senhora da Boa Viagem dos Homens do Mar e em tempos idos servia também de farol, assinalando a entrada dos barcos no porto e anunciando temporais.

Atualmente é um local de celebração das festas que se realizam anualmente no terceiro fim de semana de agosto em honra de Nossa Senhora da Boa Viagem, padroeira dos pescadores da Ericeira.

20220425_114056 

 

20220425_114141

Vista do largo da capela sobre o Atlântico e a Praia dos Pescadores

20220425_120302

 

 

 

Viseu | Adro da Sé

15
Fev22

A coroar o Adro da Sé ergue-se a magnífica Igreja da Misericórdia edificada no século XVI e que se avista de quase toda a cidade. Foi requalificada no século XVIII, adquirindo então a feição e a majestosidade barroca que ainda hoje mantém.

20211218_162458 

Mesmo em frente à Igreja da Misericórdia encontra-se a Catedral de Viseu, do século XII e alvo de várias intervenções ao longo dos séculos.

A fachada maneirista veio substituir a manuelina, que ruiu em 1635, e o interior conta com uma abóbada manuelina e um claustro renascentista. As grandes torres dão-lhe um aspeto de igreja fortificada e fazem desta Catedral um marco fundamental da paisagem de Viseu.

20211218_162601


20211218_162646

Apenas no século XVIII foram acrescentados o claustro superior e a famosa Varanda dos Cónegos, que é possível visitar juntamente com o Museu “Tesouro da Catedral”. 

 

No centro do Adro da Sé encontra-se ainda um pelourinho em granito com cerca de 5 metros de altura e 6 degraus também em granito.

 20211218_165929

 

      20211218_163720

Arouca | Frecha da Mizarela

24
Ago21

Um dos locais mais surpreendentes do Arouca Geopark, a Frecha da Mizarela é uma queda de água em que o rio Caima se projeta a mais de 60 metros de altura do granito da serra da Freita. Pode ser observada do miradouro da aldeia de Mizarela e da aldeia da Castanheira, no concelho de Arouca, distrito de Aveiro.

Se os Passadiços do Paiva nos oferecem paisagens maravilhosas, esta não lhes fica nada atrás.

É um cenário maravilhoso!

20210612_171352

20210612_170359

Vista da aldeia da Castanheira

20210612_163201

 

 

 

 

Arouca | Passadiços do Paiva

13
Ago21

Os Passadiços do Paiva, inaugurados em junho de 2015, localizam-se na margem esquerda do Rio Paiva, no concelho de Arouca, distrito de Aveiro. Os acessos são efetuados pelas extremidades do percurso, podendo iniciar em Espiunca ou no Areinho.

Eu comecei pela praia do Areinho, atravessei a "516 Arouca" inaugurada no dia 2 de maio de 2021, intitulada como "a maior ponte pedonal suspensa do mundo", e saí em Espiunca.

Os passadiços em si têm uma distância linear a percorrer de 8700 metros, mas os desníveis são acentuados e os degraus nunca mais acabam...  Adicionando os 516 metros da ponte pedonal e os mais de 2 quilómetros dos acessos até às entradas (se não optarmos por um transfer)... é duro! O nível de dificuldade é realmente Alto!

Recomendo épocas amenas, porque no pico do calor torna-se ainda mais difícil. Se optar por percorrer a "516 Arouca", verifique qual é a entrada antes de planear o percurso nos passadiços. Só se pode entrar pelo acesso indicado no bilhete e à hora marcada. Se a entrada for por Alvarenga vá com tempo, pois entre o estacionamento e a entrada da ponte há um percurso pedonal longo, pelo meio de aldeias e campos e com má sinalização.

No dia seguinte não sentia a barriga das pernas... mas adorei! 

20210611_130238.jpg

Praia fluvial do Areinho

20210611_132117.jpg

Ponte de Alvarenga

20210611_154038.jpg

20210611_153753.jpg

20210611_161846.jpg

20210611_162126.jpg

20210611_171410.jpg

Praia fluvial do Vau / Cascata do Vau

20210611_171823.jpg

20210611_192300.jpg

20210611_193059.jpg